AeroVerde – Projeto de energia solar é implantado no Aeroclube de Juiz de Fora

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Visando à utilização de uma energia mais sustentável e econômica, o Aeroclube de Juiz de Fora está passando por uma mudança que consiste na produção de energia solar para suas edificações. Atualmente, estão sendo instaladas 108 placas de energia fotovoltaica, o que gerará uma produção anual de 46,4 MWh (Megawatts-hora), mudança que trará uma redução na fatura de energia, devido à geração própria no local.

Segundo o Engenheiro Eletricista da empresa Deode, esse é um tipo de energia mais limpa e que causa menos impacto ao meio ambiente, o que diferencia da energia elétrica proveniente de Hidrelétricas, por exemplo, que podem ser poluentes e gerar gases nocivos, e das Térmicas que tem emissão de gás carbônico, devido à queima de combustível ou de carvão.

O projeto teve início em setembro, e a iniciativa partiu da própria empresa Deode. Com o objetivo de oferecer e aumentar o uso de projetos de energia mais limpa e eficiente, a própria Deode procura empresas que utilizam muita energia elétrica e oferecem a elas a possibilidade do uso de energia fotovoltaica para aumentar a economia e utilizar um tipo de energia mais sustentável para o meio-ambiente.

A presidência do Aeroclube de Juiz de Fora foi uma das empresas procuradas. O presidente da instituição, Leandro Lopardi, explica que “aceitou de imediato a proposta, uma vez que trará mais conforto aos alunos atendidos pela escola e irá proporcionar economia e produção de energia mais sustentável para o meio ambiente”, ressaltou.

O projeto conta com a participação de oito profissionais, sendo dois eletricistas, dois auxiliares, um supervisor operacional, um analista de projetos, uma técnica responsável, um coordenador de projetos e um analista de projetos. A equipe iniciou a instalação do projeto completo em setembro e pretende terminar no final de novembro. É de responsabilidade da empresa Deode de 80 meses a operação e a manutenção do sistema.

O interessante do projeto é que, mesmo em dias de chuva, a pequena incidência de luz produz energia solar. Não há acúmulo de energia. Tudo que produz é jogado na rede. O medidor é trocado por um bidirecional, e a medição é feita sobre o que a usina está injetando no barramento. O diferencial do que foi injetado menos o que foi consumido é o que irá regular a conta de energia. O projeto de energia solar funciona junto com a energia elétrica, sistema comum que segue as regras operadas pela Cemig.

Aeroclube de Juiz de Fora

Desde 1938, o Aeroclube de Juiz de Fora forma pilotos profissionais para o mercado da aviação do país e mundo afora. Mais de 12 mil pilotos já se formaram na escola de aviação civil juiz-forana, que conta com diversos cursos de aviação, com destaque para os cursos de Piloto Privado, Piloto Comercial e Instrutor de Voo Avião.

*Outras informações, entrar em contato com o Aeroclube de Juiz de Fora pelos telefones: (32) 3233-1004 ou (32) 9 8407 0443.

Texto: Flávia Cocate
Fotografias: Leonardo Amorim

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Talvez, você também goste:
Busca por tags:

Deixe uma resposta

Categorias

 

Posts em destaque

Como me tornar um piloto profissional?

Arquivo do blog

 

Galeria de fotos

Slider