Porque você deve escolher um aeroclube com CIAC

Centro de Instrução de Aviação Civil CIAC
Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

O Aeroclube de Juiz de Fora recebeu em 2021 a certificação do Centro de Instrução de Aviação Civil. Ao cumprir com todos os requisitos previstos pela RBAC 141, nos tornamos um CIAC Tipo 3, ou seja, certificado pela ANAC para oferecer cursos teóricos e práticos de pilotagem.

Entender o que significa o CIAC e como ele contribui para a qualidade da sua formação é importante para que você possa escolher um aeroclube confiável. Neste post, vamos te explicar o que é esta certificação e o que ela agrega à sua formação aqui no ACJF.

O que é o CIAC e quais são seus requisitos

Para que os cursos de aviação teóricos e práticos sejam comercializados, a instituição de ensino precisa ter uma homologação concedida pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Para conseguir a certificação, a escola de aviação deve seguir os preceitos estabelecidos no RBAC 141 (07/07/2020) utilizando-se da IS 141-004. Existem 3 tipos de CIAC:

Tipo 1: a escola tem permissão para dar aulas teóricas e práticas que não envolvam instrução em aeronaves em voo. Nesse caso, basta emitir o documento de Especificações de Instrução (EI) para estar habilitado.

Tipo 2: é permitida a instrução de aulas práticas em voo e treinamento no solo. Para estar habilitado neste tipo é necessário ter as Especificações de Instrução e uma Autorização Operacional, publicada no Diário Oficial da União (DOU).

Tipo 3: a escola tem permissão para atuar em ambas as modalidades após passar por todo o processo de certificação especificado nos Tipos 1 e 2.

No caso dos aeroclubes que oferecem aulas práticas de voo (Tipo 2 e 3), a frota de aeronaves também precisa estar contida nas Especificações de Instrução (EI) ou programa de instrução. Caso haja alguma alteração na frota utilizada para aulas, a instituição precisa informar à ANAC, que deverá autorizar a mudança.

O aeroclube também deve possuir um Sistema de Gerenciamento de Segurança Operacional (SGSO) e Sistema da Garantia da Qualidade (SGQ), caso ministre aulas práticas de voo.

Para saber se a sua escola de aviação ou curso possui um CIAC, basta consultar o site da ANAC.

Como o CIAC agrega na sua formação de piloto

Ao se tornar um Centro de Instrução de Aviação Civil tipo 3, o Aeroclube de Juiz de Fora passou por diversas mudanças que trazem mais benefícios para a formação dos pilotos. Conheça a seguir algumas das alterações que impactam na qualidade da instrução.

Programa de instrução

Com a licença, os cursos se tornaram mais completos e objetivos, promovendo o máximo de aproveitamento do aluno. Assim, o piloto formado se sente muito mais preparado para voar de maneira autônoma e se profissionalizar na área, buscando por novas habilitações.

Para os instrutores, a certificação do CIAC complementou as mudanças que já vinham sendo feitas nos planos de curso. Ela deixou mais claros os itens e graus cobrados durante a instrução teórica ou prática e também na hora de avaliar estas aulas.

Saiba como conseguir um financiamento estudantil para aulas de pilotagem.

Segurança das operações

O Aeroclube também realizou a implementação do Sistema de Gerenciamento de Segurança Operacional (SGSO). Através do Gestor de Segurança Operacional (GSO), esse sistema traz uma visão técnica sobre o gerenciamento de risco e de soluções para determinadas situações quando necessário.

Dessa forma, as operações de voo são sempre realizadas com a máxima segurança, seguindo protocolos pré-estabelecidos e garantindo um melhor preparo de toda a equipe.

Qualidade das instruções

Na mesma época, houve também a manutenção do Sistema de Gerenciamento de Qualidade (SGQ). Esse sistema é responsável por melhorar a qualidade da instrução, desde a relação com o aluno até o aproveitamento das aulas ministradas.

Adoção da IS 141-007A

Outro benefício é a adoção da Instrução Suplementar 141-007A, que estabelece diretrizes específicas para serem cumpridas em todas as fases da instrução. Este documento, aprovado no ano de 2020, fornece uma base completa para os instrutores sobre como prosseguir em quaisquer situações. Isso diz respeito às aeronaves, instalações do CIAC, do briefing ao debriefing, treinamento dos instrutores e avaliação destes.Quer tornar realidade o seu sonho de pilotar? Conheça os cursos oferecidos pelo Aeroclube de Juiz de Fora.

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Talvez, você também goste:
Busca por tags:

Deixe uma resposta

Categorias

 

Posts em destaque

Como me tornar um piloto profissional?

Arquivo do blog

 

Galeria de fotos

Slider