Como se tornar piloto de avião? Conheça todo o processo

como se tornar piloto de avião
Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

A profissão de piloto vem com o glamour do estilo de vida despojado, indo de um lugar ao outro no Brasil e no mundo, a rotina quebrada por voos distintos e muito mais. Mas você sabe como se tornar piloto de avião? Neste artigo, exploramos todos os passos para conseguir sua licença e desbravar os céus. Confira:

Como se tornar piloto de avião?

A carreira de piloto de avião é associada a um trabalho dinâmico, atravessando estados e países. Os profissionais nessa área por vezes são pegos falando sobre a satisfação em voar. 

Contudo, chegar à posição de piloto envolve muito estudo e dedicação. Além das aulas práticas, que todos esperam, é necessário passar por testes teóricos, exames médicos e avaliações práticas. 

Um ponto importante sobre a formação na Aviação Civil (seja privado ou comercial), é a exigência apenas do Ensino Médio completo.

Como tirar o CANAC

Para conseguir a primeira licença, PPA (Piloto Privado de Avião), e depois a PCA (Piloto Comercial de Avião (PCA), é necessário emitir um código com a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) chamado CANAC. 

Independentemente do setor de atuação (mecânico, piloto, comissário ou outro profissional que trabalhe junto às aeronaves brasileiras), é necessário ter o CANAC para realizar a matrícula e começar as aulas.

Abaixo, um passo a passo breve sobre como emitir o código CANAC:

  • Acesse www.anac.gov.br;
  • Acesse o link “Serviços Online”;
  • Selecione “Solicitar Licenças e Habilitações”;
  • Aperte “Para acessar o SINTAC”;
  • Selecione “Solicitar Código ANAC”;
  • Preencha os dados e esteja atento à opção Escolaridade. É necessário segundo grau completo para realizar os cursos;
  • Abra o e-mail automático enviado com o código da ANAC;
  • Com a confirmação do cadastro no e-mail, entre no link http://sistemas.anac.gov.br/SACI/CadAeronauta/Identicacao.asp;
  • Acesse a página e digite seus dados.

Curso de Piloto Privado

O primeiro passo para se tornar um piloto e voar pelo mundo é fazer o curso em uma escola reconhecida pela ANAC

Para conseguir o brevê de piloto privado, é necessário seguir os seguintes passos:

  1. Realizar a matrícula;
  2. Solicitar à escola uma carta de apresentação para o exame médico de 2ª classe (o Certificado Médico Aeronáutico – CMA);
  3. Fazer o CMA (em hospitais da Aeronáutica ou clínicas particulares sancionadas pela ANAC);
    1. Agende a consulta tendo em mãos a atribuição do examinador para a classe do exame;
    2. Vá a uma clínica homologada pela ANAC;
    3. Apresente o Código ANAC e um documento de identificação social com foto válido em todo o território nacional;
    4. Peça o exame de saúde pericial (ele verifica a aptidão física e mental de tripulantes considerando o exercício de cada função);
    5. Faça o exame.
  4. Cumprir a parte teórica do curso ministrada em sala de aula com duração média de 3 meses. Alguns temas incluem: Conhecimentos Técnicos, Meteorologia, Teoria de Voo, Navegação Aérea, Regulamentos de Tráfego Aéreo;
  5. Passar na prova escrita com 100 perguntas aplicada pela ANAC, com pelo menos 70% de precisão;
  6. Começar o treinamento prático para piloto privado com o mínimo exigido de 44 horas de voo com, ao menos, 3 horas de voo noturno;
  7. Passar no voo de avaliação acompanhado de um examinador credenciado pela ANAC. 

Observações: 

Após o período de adaptação nas aulas práticas, é permitido voar mais de 1 hora por dia, desde que haja disponibilidade da aeronave e climática para realizar o voo. 

Com o curso prático de PPA feito, tendo em mãos o Certificado de Capacidade Técnica (CCT/Banca ANAC), o aluno pode realizar o “voo de cheque”.

Contudo, os estudos não param por aí. Ao tirar o certificado de Piloto Privado, é necessária uma graduação extra para poder atuar como Piloto Comercial. 

Curso de Piloto Comercial

Para pilotar aeronaves comerciais no Brasil, é necessário possuir uma segunda licença emitida pela ANAC, mas o nível de exigência dessa certificação é bem mais alto. 

Veja abaixo como se tornar piloto de avião comercial:

  1. Solicitar a carta de apresentação para exame médico de 1ª classe. Esse é mais criterioso que o exame de piloto particular;
  2. Cursar as aulas teóricas com duração aproximada de 3 meses. Os temas se mantém os mesmos que para pilotos privados, mas as disciplinas são mais aprofundadas e minuciosas;
  3. Passar na prova da ANAC ao final do curso teórico com 70% de acerto nas questões;
  4. Fazer ao menos 124 horas de voo;
    1. Ao menos 71 horas de voo visual e navegação;
    2. 12 horas do curso de MLTE (piloto de Multimotores IFR);
    3. 8 horas do curso IFR (Instrument Flight Rules, o voo por instrumentos);
    4. 6 horas de voo noturno;
    5. 25 horas de simulador de voo;
    6. 2 horas de voo de cheque.
  5. Passar no exame de avaliação com profissional credenciado pela ANAC. 

No caso da aprovação, é possível exercer funções remuneradas em diferentes áreas, como táxi aéreo, transporte de pequenas cargas e alguns voos executivos.

Para ingressar em uma linha aérea, as companhias exigem entre 1000 e 1500 horas de voo.

Onde trabalha o piloto de avião?

São inúmeras oportunidades para quem se torna piloto. Abaixo, vamos explorar um pouco algumas opções no mercado, veja:

Piloto de Linha Aérea

Existem inúmeras grandes empresas atuando no Brasil nesse segmento, como a Azul, Gol e Latam. Ao redor do mundo, diferentes companhias gerenciam a ida e a vinda de passageiros para diferentes partes. 

O Aeroclube de Juiz de Fora, inclusive, tem estudantes que conquistaram vagas em empresas nos Emirados Árabes e na China.

Piloto de aviação executiva

Outra oportunidade incrível. Nesse caso, pessoas ou empresas com aeronaves próprias realizam voos privados em rotas próprias, usando trajetos diferentes das companhias aéreas.

Piloto de táxi-aéreo

Pode ser considerado um tipo de aviação executiva. É feito com helicópteros ou aeronaves de pequeno porte, como aviões a jato e turbo hélice. Leva passageiros ou cargas. 

Piloto de aviação agrícola

O agronegócio é um dos maiores segmentos de mercado no mundo, com demandas de qualificação profissional em diversas áreas distintas. O setor usa pilotos para pulverização de fertilizantes, sementes, defensivos agrícolas e combate a incêndios em campos e florestas. 

Aviação de instrução

Porta de entrada dos novos pilotos no mercado de trabalho. Auxilia na familiarização da rotina aeronáutica e integra a cadeia produtiva ao oferecer a oportunidade de quem antes aprendeu, agora ensinar.

Gostou deste artigo sobre como se tornar piloto de avião e está se preparando para começar suas aulas como piloto? Conheça o Aeroclube de Juiz de Fora e saiba como dar o próximo passo.

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Talvez, você também goste:
Busca por tags:

Deixe um comentário

Categorias

 

Posts em destaque

Como me tornar um piloto profissional?

Arquivo do blog

 

Galeria de fotos

aerobuero
aeroclube
Aeroclube_Aviões (171)
aeroclube_slider_7
aeroclube_81