Jet training: esteja a frente em um processo seletivo de pilotagem

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Você quer ganhar mais experiência e melhorar seu currículo de piloto comercial? O Jet Training é uma ótima maneira de complementar sua formação utilizando simuladores de voo. Essa certificação pode inclusive ser exigida em processos de contratação de companhias aéreas.

Neste post, vamos tirar as principais dúvidas sobre o Jet Training. Continue a leitura para conhecer as principais características e benefícios deste curso.

O que é Jet Training?

O Jet Training é um curso feito em simulador de voo que complementa o currículo de pilotos comerciais que querem pilotar modelos como o Boeing 737-800 NG. Hoje em dia, algumas companhias aéreas já pedem o certificado como pré-requisito para participar de seleções. Por isso, o curso é um grande diferencial para aqueles que desejam seguir carreira.

O treinamento conta com aulas teóricas e práticas. Na maior parte do treinamento, o aluno se encontra na cabine da aeronave, onde irá aprender a lidar com situações comuns e adversas do dia a dia da profissão.

Durante o curso, haverá um ala com quem o aluno irá alternar as funções de comandante de voo e co-piloto. Com o apoio de um instrutor, o piloto aprenderá a lidar com o sistema, interpretar informações importantes e utilizar a comunicação interna e divisão  de tarefas da cabine (CRM).

Ele também aprenderá manobras e atitudes para reagir a situações de emergências, como mau tempo, fogo no motor, despressurização, problemas com decolagem, rota e pouso. As características do voo são definidas por um programa de computador.

A simulação é considerada a forma mais segura de aprender, pois o piloto não precisa sair do chão. Desta forma, o aluno pode acumular conhecimento e mais confiança, antes de pilotar uma aeronave real.

O modelo de aeronave faz diferença?

Muitos pilotos ficam em dúvida sobre qual o modelo de aeronave ideal para simular o voo. Alguns pensam em optar pelo modelo que já é utilizado pela companhia aérea em que pretendem ingressar. Mas a verdade é que o modelo não faz muita diferença para os recrutadores.

Ainda que você queira participar de uma seleção para trabalhar em uma companhia aérea que utiliza modelos da Embraer ou Airbus, saber pilotar um Boeing no simulador já atende a demanda da empresa.

Como é o curso de Jet Training?

A formação para o curso de Jet Training no Aeroclube de Juiz de Fora é semipresencial e possui 56 horas, divididas em aulas práticas e teóricas. O curso não possui pré-requisitos, mas é desejável que o aluno seja habilitado como Piloto Comercial IFR (PCA) para que tenha um melhor aproveitamento.

Durante o treinamento, o aluno receberá noções básicas sobre o equipamento B737-800 NG, performance da aeronave, noções sobre aeronaves a jato, operação normal e anormal, gerenciamento de cabine, CRM, atitudes e decisões em caso de panes e rotina operacional de uma empresa aérea. Além disso, terá o acompanhamento de instrutores que participaram dos processos de seleção como avaliadores. 

Para realizar as aulas teóricas, o aluno terá acesso à plataforma de Ensino a Distância (EAD) da instituição. Já as aulas práticas correspondem a 20 horas de voo, divididas em 5 sessões, onde o aluno alterna com o ala as funções de Pilot Flying e Pilot Monitoring.

Características do Boeing 737-800 NG

As aeronaves da família Boeing 737 Next-Generation estão entre as mais populares e confiáveis do mercado. Além de ser ideal para curto e médio alcance, o 737 possui baixo custo de operação e manutenção.

O modelo 737-800 foi o segundo a ser lançado, em 1994, e passou a ser utilizado quatro anos depois. Ele tem capacidade para acomodar de 162 a 189 passageiros e pode percorrer aproximadamente 5.500 quilômetros (3.000 milhas náuticas).

Assim como os modelos 737-600/-700/-900ER, o -800 foi projetado para ter asas maiores. Essa mudança proporciona maior alcance e aumenta a capacidade de armazenamento de combustível. No caso do 737-800, a capacidade é de cerca de 26 mil litros.

A tecnologia Blended Winglets também garante mais desempenho na decolagem, além de reduzir a emissão de carbono e ruídos. Seu motor CFM56-7BE tem empuxo máximo de 28,400 lb e velocidade de cruzeiro de Mach 0.789.


Quer turbinar seu currículo? Realize seu cadastro para receber informações sobre o curso de Jet Training.

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Talvez, você também goste:
Busca por tags:

Deixe uma resposta

Categorias

 

Posts em destaque

Como me tornar um piloto profissional?

Arquivo do blog

 

Galeria de fotos

Slider