Novo sistema educacional de cursos é adotado pelo Aeroclube de Juiz de Fora

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Uma nova dinâmica de estudos nos cursos de Piloto Privado, Piloto Comercial e Instrutor de Voo de Avião está sendo implementada pelo Aeroclube de Juiz de Fora desde o retorno das atividades no dia 1º de junho.

A nova modalidade de estudos foi criada pela diretoria da instituição, em parceria com o grupo SENAI de Juiz de Fora, para beneficiar os alunos quanto à agilidade das aulas práticas e o aperfeiçoamento dos cursos. Nesta matéria, vamos explicar melhor como está sendo organizado o curso de Piloto Privado Avião – PPA.

Matrícula

O aluno se matriculará no curso de PPA, no modelo de internato, e irá fazer parte de uma turma. As turmas serão mensais, e cada grupo será formado, somente, por 12 alunos. O curso terá duração de 30 dias. Todo aluno que se matricular no Aeroclube, no formato internato, e não for de Juiz de Fora, terá direito a alojamento gratuito na instituição.

Quantidade de aeronaves

Para cada turma, serão disponibilizadas 4 aeronaves; sendo, no máximo, 3 alunos para cada avião. O que possibilitará, ao aluno, voar até 2 horas por dia, ou 2 missões por dia.

Escala de Voo

Considerando esse ritmo de aulas práticas, o aluno irá receber a escala de voo projetada para ele de todo o treinamento no início do seu curso. Não se pretende extrapolar 30 dias de treinamento, salvo condições meteorológicas desfavoráveis para voo.

Em 30 dias que forem possíveis de realizar as operações de voo, o aluno terá completado toda a carga horária de seu curso. Portanto, o aluno chegará ao aeroclube, passará o período de 30 dias na instituição, e terá projetada toda sua escala de voo com horário de treinamento. Todo seu desenvolvimento se dará nesse período.

Para os alunos que não poderem ficar em condição de internato, o Aeroclube de Juiz de Fora irá disponibilizar uma aeronave, a mesma que será a aeronave reserva dos 4 aviões que irão atender os alunos do formato internato. Essa aeronave só será utilizada pelos alunos do curso contínuo quando todos os 4 aviões, disponibilizados a eles, estiverem em manutenção.

Os alunos que não podem se manter no Aeroclube por 30 dias são aqueles que podem ir à instituição, geralmente, aos finais de semana, ou durante uma semana ou somente um fim de semana entre outros casos específicos. Para esse tipo de aluno, quando ele fechar com o aeroclube o contrato de treinamento, ele deve informar quais são as datas que tem disponibilidade para que sua escala seja criada.

Para o aluno que não terminar o curso de Piloto Privado em 30 dias, o prazo estabelecido no contrato para que finalize o treinamento completo são de 180 dias. Portanto, dentro desse período, ele precisa, por obrigação, finalizar as horas de voo para treinamento de Piloto Privado.

Não sendo possível finalizar o curso em 30 dias, o aluno é automaticamente realocado para a turma seguinte para finalizar suas horas. Caso ele não possa ficar no Aeroclube, será combinado então qual o período que ele pode, sendo alocado para uma turma posterior.

Frota

As aeronaves que serão utilizadas para o curso de PP são: Cessna 150 e Cessna 152 – para aqueles que desejam realizar o modelo triciclo. E Paulistinha e AeroBoero para aqueles que desejam treinar na modalidade convencional.

*Outras informações com os atendentes do Aeroclube de Juiz de Fora pelos telefones: (32) 3233-1004 ou 98810-2086.

Texto: Flávia Cocate
Fotos: Leonardo Amorim

 

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Talvez, você também goste:
Busca por tags:

Deixe uma resposta

Categorias

 

Posts em destaque

Como me tornar um piloto profissional?

Arquivo do blog

 

Galeria de fotos

Slider