Sonho de se tornar piloto do Sargento da Força Aérea Brasileira é alcançado no Aeroclube de Juiz de Fora

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Desde novo, sua diversão era participar de eventos aéreos. “Sempre foi meu sonho ser piloto. Desde que me conheço por gente, tenho paixão por aviões”. A afirmação é do Controlador de Tráfego Aéreo da Força Aérea Brasileira, o piloto Guilherme Costa da Silva, de Florianópolis (SC). Atualmente, ele está realizando parte do curso de Piloto Comercial Avião (PCA) no Aeroclube de Juiz de Fora. Em 2018, ele também fez o curso de Piloto Privado Avião (PPA) na mesma instituição.

Novo sistema educacional do ACJF

Como está cursando o PCA neste ano em Juiz de Fora, Guilherme participa do novo sistema educacional de escala e divisão de turmas do Aeroclube. “O sistema novo é excelente, pois possibilita uma escala muito mais flexível e dinâmica. Você tem a aeronave para si, praticamente. Assim, o curso fica bem mais rápido”, ressaltou.

Aprendizado

Sobre o aprendizado na instituição, Guilherme comentou que a instrução é excelente. “Os manuais do curso, de manobras e das aeronaves são bem elaborados, completos e acessíveis no site. O instrutor dá muita autonomia ao aluno, assim nos sentimos seguros. A infraestrutura do Aeroclube é muito boa também, os alojamentos são mais que satisfatórios, as salas de briefing, biblioteca, secretaria são bem organizadas. Além disso, há restaurante na entrada do aeroclube, o que facilita a vida do aluno”.

Sonho

O sonho do Guilherme de se tornar piloto começou quando ele foi ao evento da Força Aérea Brasileira, chamado “Domingo Aéreo”, na Base Aérea de Florianópolis. “Vi alguns caças F-5 e Super Tucano e me apaixonei. Enquanto muitas crianças gostavam do parque de diversões, aquele evento era meu verdadeiro parque”, revelou.

Já com 16 e 17 anos, ele tentou o concurso da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR), localizada em Barbacena (MG), e não conseguiu ser aprovado por poucas questões. Também não conseguiu passar no concurso da Academia da Força Aérea (AFA) e conquistou uma vaga no concurso da Escola de Especialistas da Aeronáutica (EEAR), em Guaratinguetá (SP). Lá ele seguiu a carreira de Sargento Especialista em Controle de Tráfego Aéreo. “Foi com o salário de Sargento que consegui pagar minhas horas de voo aos poucos, já que minha família não tem condições financeiras de pagar um curso de piloto para mim”, explicou.

Hoje, com 24 anos, ele é Controlador de Tráfego Aéreo no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, o segundo maior do Brasil, e já conseguiu pagar sozinho todo o curso de Piloto Privado e já está quase terminando o curso de Piloto Comercial. “E aquela tristeza lá atrás de não ter passado na AFA, não é uma realidade mais para mim. Hoje sou feliz e estou realizando meu sonho”, afirmou.

Mensagem

Para aqueles que ainda estão pensando se devem seguir seus sonhos de se tornar piloto, Guilherme, que já está no caminho, revela: “se você tem o sonho de ser piloto, não desista. Pode parecer clichê, mas comigo está funcionando. Muita gente vem me

dizer que quer ser piloto, mas não faz por que acha que é impossível. Nada é impossível! Ou acham

que é caro demais para sua condição financeira. Para a minha condição, também foi, mas eu dei meu jeito de arrumar dinheiro e conheço gente que trabalha até 16 horas por dia para juntar dinheiro. Ou acham que é muita responsabilidade levar 200 almas a bordo, mas qualquer profissão tem sua responsabilidade, devemos encará-las e confiar em nosso treinamento”.

E finaliza: “vocês não sabem a sensação que é estar lá no alto e ver o mundão como é, principalmente aqui em Minas Gerais onde as paisagens são de tirar o folego. Realize seu sonho, pois, como disse a primeira-dama Eleanor Roosevelt do presidente dos Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial, Franklin Roosevelt: “o futuro pertence àqueles que acreditam na beleza de seus sonhos”.

Aeroclube de Juiz de Fora

Desde 1938, o Aeroclube de Juiz de Fora forma pilotos profissionais para o mercado da aviação do país e mundo afora. Mais de 12 mil pilotos já se formaram na escola de aviação civil juiz-forana, que conta com diversos cursos de aviação, com destaque para os cursos de Piloto Privado, Piloto Comercial e Instrutor de Voo Avião.

*Outras informações, entrar em contato com o Aeroclube de Juiz de Fora pelos telefones: (32) 3233-1004 ou (32) 9 9949.7691.

 

Texto: Flávia Cocate
Fotografias: do próprio entrevistado

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Talvez, você também goste:
Busca por tags:

Deixe um comentário

Categorias

 

Posts em destaque

Como me tornar um piloto profissional?

Arquivo do blog

 

Galeria de fotos

aerobuero
aeroclube
Aeroclube_Aviões (171)
aeroclube_slider_7
aeroclube_81