Piloto de avião: como acumular horas de voo

Horas de voo
Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Qual é o seu objetivo de carreira na aviação? Se o seu sonho é se tornar um copiloto ou até mesmo comandante em uma grande companhia aérea, há muita pista pela frente. Em geral, essas vagas de emprego exigem bastante experiência de voo, especialmente quando há tantos profissionais no mercado.

Para que você se destaque em meio à concorrência, é preciso acumular muitas horas de voo. Mas como fazer isso?

Neste artigo você vai conferir algumas dicas para adquirir bagagem e até fazer uma renda extra voando.

Por que é preciso acumular horas de voo?

Assim como em outras profissões, conseguir um excelente emprego e ser reconhecido como piloto não é fácil. Pilotar exige muita responsabilidade, afinal você estará conduzindo um meio de transporte, com passageiros e cargas.

Ou seja, além de zelar pela vida das pessoas, você precisa zelar pelo patrimônio, evitando perdas materiais e financeiras. Logo, as empresas têm mais confiança em profissionais que conseguem comprovar sua experiência, além de suas habilidades.

Por isso, é comum que você encontre vagas para copilotos com um mínimo de 500 horas de voo, fora as habilitações MULTI, IFR, histórico com simuladores e afins. Para se tornar comandante, então, o tempo de carreira precisa ser ainda maior, já que é necessário ao menos 1.500 horas voadas.

Assim, se você quer se tornar piloto, é importante saber que a carreira de um piloto comercial passa por muito treinamento teórico, horas de voo e simuladores. E, então, você deve estar se perguntando: “Para chegar ao patamar de piloto de companhia aérea, o que pode ser feito?”

Confira a seguir quatro alternativas para acumular horas de voo.

Principais formas de aumentar as horas de voo

Especializações

Se você quer ter uma carreira de sucesso, você pode aliar a necessidade de acumular horas de voo com a oportunidade de enriquecer o currículo. Simuladores e cursos são ótimas maneiras de praticar, além de agregar diferenciais de mercado.

Antes de iniciar o seu planejamento, confira quais são os pré-requisitos para as vagas que deseja preencher. Além disso, é interesse que você converse com outros pilotos para entender o quê o mercado está pedindo.

E, nessas especializações, você pode contratar horas no Jet Training, do Aeroclube de Juiz de Fora – para simular a pilotagem de um Boeing 737 -, pode, também, se especializar no voo por instrumentos (IFR), se habilitar em aviões multimotores e jatos, e outros cursos práticos.

Instrutor de voo

Se você ama tanto voar, porque não ensinar a outras pessoas? Esse é um caminho seguido por muitos pilotos e pode te levar a alcançar seus objetivos em menos tempo. Isso porque, ao se tornar Instrutor de Voo, você tem diversas vantagens, como:

  • Acumular horas de voo, sem precisar pagar pelos custos da aeronave;
  • Enquanto ensina, observa e corrige os alunos, você também estará aprendendo e fixando os conhecimentos;
  • E mais, você poderá ser remunerado por isso ao fazer algo que ama e que irá agregar experiência ao seu currículo.

Para se tornar Instrutor de Voo é necessário ter licença de Piloto Comercial (PC) e certificado INVA.

No Aeroclube de Juiz de Fora, nós temos o curso teórico e prático de Instrutor de Voo Avião. Venha voar ainda mais alto com a gente!

Aviação executiva e transporte aéreo

Uma área de atuação comum para pilotos em início de carreira é a aviação executiva. Você pode trabalhar como piloto privado de empresários ou prestar serviço para empresas especializadas em táxi aéreo.

Outra possibilidade é o transporte de cargas, seja em transportadoras ou grandes empresas de varejo que possuem e-commerce, por exemplo. Há muitas oportunidades no mercado e tudo que você precisa é ser Piloto Comercial (PC) e ter habilitação para a aeronave que irá pilotar.

Piloto Freelancer

O mercado da aviação também tem profissionais freelancers, com licença de Piloto Comercial (PC). Apesar de ser uma área bastante disputada, há muitas oportunidades para acumular horas de voo e fazer uma renda extra.

Além dos voos privados, você pode realizar voos panorâmicos, puxar faixas na praia, entre outras possibilidades. Para isso, é preciso fazer um bom networking. Ter bons contatos será fundamental para encontrar oportunidades e receber indicações de trabalhos.

Quer iniciar sua carreira como piloto ou se especializar? Conheça o nosso Programa de Formação, ele é completo e acessível! Estamos sempre pensando na melhor maneira de ajudá-lo a alçar novos voos. ✈️💙

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Talvez, você também goste:
Busca por tags:

Deixe um comentário

Categorias

 

Posts em destaque

Como me tornar um piloto profissional?

Arquivo do blog

 

Galeria de fotos

aerobuero
aeroclube
Aeroclube_Aviões (171)
aeroclube_slider_7
aeroclube_81